Casa de Acolhimento Provisório Dr. Rahmo e Evelyne Nasser

A A A

cap

O CAP – Casa de Acolhimento Provisório – foi inaugurado em 2006, destinado a atender pessoas do sexo masculino que circunstancialmente estejam sem moradia, e que não tenham condições financeiras de pagar por hospedagem. Por um período limitado de tempo, eles podem residir no CAP, enquanto buscam novas perspectivas de vida e inclusão social.

 

Os atendidos por esse programa são homens, de até 65 anos de idade, sem vínculos familiares e que apresentem boas condições de saúde, tanto física quanto mental, sem problemas que exijam tratamento especializado.

 

O período de permanência na casa é fixado pela assistente social do Ten Yad, após entrevista e levantamento de dados e é reavaliado periodicamente dado sua situação de vida e reintegração social.

Desenvolvimento 18digital