Será que a impressão de comida 3D poderá ajudar no combate à fome?

FoodSynthesizer

 

O que parecia impossível e só era coisa de ficção científica como a série Jornada nas Estrelas (na foto acima) está sendo feito. A Nasa está financiando um projeto para construir uma impressora 3D de alimentos para ser usada por astrinautas. Isso mesmo, uma impressora que combina cartuchos com pó e óleos para fabricar comida na hora. A ideia está sendo desenvolvida pelo engenheiro mecânico Anjan Contractor da Systems & Materials Research Corporation, que recebeu uma doação de US$ 125 mil da agência espacial americana, segundo o site The Verge.

 

O engenheiro já conseguiu que seu sistema fizesse a impressão de chocolate, o nível básico, e o próximo passo seria imprimir uma pizza. Para isso primeiro será colocada uma camada de massa e depois, com uma mistura de tomate em pó, água e óleo, irá imprimir o molho. A cobertura será uma camada de proteína.

 

Com esses cartuchos, que teriam validade de 30 anos, poderiam ser fabricados muito tipos de alimentos. A ideia inicial é que essa impressora seja usada em viagens espaciais de longa distância, mas nada impede que posteriormente seja um instrumento de combate à fome. A tecnologia também visa reduzir o desperdício de alimentos e a poluição resíduos. Como ainda está em estágios iniciais, o projeto tem pouca pesquisa sobre segurança alimentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>